Google+ Badge

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Empresa nega demissão de funcionários acidentados

Data: 14/08/2010 / Fonte: Diário do Grande ABC
São Bernardo/SP - Uma empresa química de São Bernardo/SP é acusada de demitir trabalhadores com estabilidade, devido a afastamentos por acidentes e doenças do trabalho, mas nega que isso tenha ocorrido. As demissões levaram o Sindicato dos Químicos do ABC a realizar assembleia na semana passada, seguida de protestos. Na ocasião, sindicalistas invadiram o pátio da fábrica.
Segundo o diretor do sindicato, Antonio Odésio, ficou acordado que a empresa deveria procurar a entidade sindical para solucionar o problema, caso contrário, seriam tomadas outras ações e realizados mais protestos. A reportagem tentou contato com a entidade a fim de saber se a companhia cumpriu o prazo, mas não obteve resposta.
A empresa, no entanto, informa por meio de nota que não tem realizado demissões de funcionários com estabilidade. "A manifestação se deu devido à reclamação de uma ex-colaboradora que alega ter se acidentado no trajeto para a sua casa, o que poderia ser caracterizado, em tese, como acidente de trabalho. Todavia, a empresa não aceita tal hipótese, por entender que não existiu tal espécie de acidente no itinerário", diz a nota.
Desta forma, ainda que a ex-colaboradora tenha feito a Comunicação de Acidente do Trabalho em outro órgão, que não é de conhecimento da empresa, a companhia não reconhece o acidente de trabalho, para todos os fins e efeitos de direito. Porém, acrescenta que, obedecerá a toda e qualquer decisão judicial que vier a ser tomada.
Ainda segundo o comunicado, o sindicato pediu que a ex-colaboradora fosse reintegrada ao emprego, mas a empresa se opôs a tal situação e reiterou que não se nega a cumprir o que for determinado pela Justiça do Trabalho caso a ex-colaboradora procure o órgão jurisdicional, o que não aconteceu até o momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário