Google+ Badge

terça-feira, 2 de março de 2010

Cigarro é vilão em 95% dos casos de câncer de cabeça e pescoço, diz Icesp

Cerca de 95% dos pacientes que desenvolvem tumores de cabeça e pescoço tem histórico de tabagismo ou são fumantes ativos. O dado é alarmante, segundo o setor de oncologia clínica do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira), responsável pelo levantamento.
O estudo foi realizado com 327 pacientes tratados na especialidade de cabeça e pescoço do setor de oncologia e divulgado nesta terça-feira. A pesquisa revelou, também, que os homens são os mais atingidos pelos tumores nessa região, representando aproximadamente 90% dos pacientes atendidos.
Outro dado apurado foi que em 60% das pessoas atendidas, as neoplasias (tumores) estão localizadas na boca ou na faringe, o que também pode estar vinculado ao cigarro. "Outros fatores de risco importantes são o etilismo (consumo de bebidas alcoólicas em excesso) e infecção por papilomavírus humano (HPV)", informou o oncologista clínico do Icesp Gilberto Castro, por meio de assessoria.
O Icesp, que é ligado à Secretaria de Estado da Saúde, recebe semanalmente de cinco a dez novos casos de câncer na região da cabeça e pescoço. O número é considerado alto pelo especialista. Apesar desses tumores poderem ser diagnosticados precocemente, por estarem em locais visíveis, a maioria dos pacientes descobre a doença em estágio avançado, segundo o órgão.
Prevenção
Segundo o Icesp, alguns dos sintomas manifestados por esses tipos de cânceres podem ser manchas brancas na boca, dor, lesão ulcerada ou com sangramento e cicatrização demorada, nódulo no pescoço presente por mais de duas semanas, mudanças na voz ou rouquidão persistente e dificuldade para engolir.
A doença pode ser evitada com medidas simples, como não fumar nem consumir bebidas alcoólicas em excesso e dar preferência aos alimentos pobres em gordura e ricos em fibras. De acordo com o Instituo, também é importante que as pessoas criem o hábito de examinar a boca diante do espelho à procura de caroços, aftas, manchas brancas e outros ferimentos. Além disso, cuidar da higiene bucal e visitar o dentista periodicamente ajudam a detectar precocemente um câncer.
Fonte : Folha On Line

Nenhum comentário:

Postar um comentário