Google+ Badge

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Fuja das dores de coluna

Dores na coluna afetaram recentemente os cantores Roberto Carlos e Beth Carvalho, que precisaram alterar as programações de fim de ano devido ao problema. Segundo o comitê de coluna da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, 90% dos adultos terão crise de dor nas costas que os impossibilitará de trabalhar pelo menos um dia. Dicas simples, no entanto, podem ajudar a evitar o problema.
"As pessoas passam muito tempo sentadas de forma errada, por exemplo. O ideal é que os pés estejam apoiados para que os joelhos fiquem levemente mais altos do que o quadril", explica o vice-presidente do comitê, Sérgio Zylbersztejn. Segundo o ortopedista, outro cuidado necessário é não permanecer mais de uma hora sentado. "É importante se levantar para que os discos intervertebrais sejam reidratados e fiquem novamente em condições de suportar as pressões".
Atender o telefone e apoiá-lo entre o pescoço e o ombro, por exemplo, é um grave erro, de acordo com a fisioterapeuta Marília Veras, do Studio Physius. "Esse hábito provoca dor na cervical que com o tempo pode se agravar."
Outro erro muito comum que pode provocar dores na coluna é a postura errada ao pegar um objeto pesado do chão, como uma sacola ou caixa. "O correto é flexionar os joelhos, a agachar", diz Marília.
Sapatos muito altos ou muito baixos também não são adequados. E eles devem ser confortáveis. "Quando o sapato machuca, a pessoa começa a mancar. Ela sai do eixo e isso pode causar dor no tornozelo, joelhos e coluna", diz ela.
Já o hábito de espreguiçar é um grande aliado. "É um alongamento que solta as estruturas articulares e musculares. Isso ajuda a evitar contratura e estiramentos que travam a pessoa. O ideal é levantar com calma, deitar de lado, apoiar o braço e se levantar", ensina a fisioterapeuta.
A prática de exercício físico é outra amiga da coluna. "A musculatura forte protege e segura a coluna", diz Sérgio. Pilates, RPG e alongamentos também são boas opções.
Fonte : Jornal O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário